As melhores capas de 2021

Seleção de melhores capas do ano pelos designers do jornal literário Pernambuco

Design: Guilherme de Lima

A convite do jornal literário Pernambuco, escolhi minhas 5 capas de livros favoritas de 2021. Para ver a lista completa, com as indicações dos outros designers acesse http://www.suplementopernambuco.com.br/pernambuco/2807-as-melhores-capas-de-2021.html

Ubu Rei (Alfred Jarry)
Editora: Ubu
Capa: Elaine Ramos e Lívia Takemura (assistente)
Comentário: A capa e o projeto gráfico são primorosos, com ênfase na experimentação tipográfica e na produção gráfica, com destaque para os bolsos de papel formados por dobras não cortadas no acabamento de algumas páginas. Por ser uma edição especial, o livro possui encartes de registros gráficos relativos às produções de Ubu Rei no Brasil e no mundo, como ingressos, fotografias, ilustrações e manuscritos de Alfred Jarry, assim como ilustrações e gravuras de Picasso e Joan Miró, croquis de Lina Bo Bardi para montagem brasileira do Teatro do Ornitorrinco, entre outros. A capa é uma referência a um desses encartes do livro, o cartaz da montagem parisiense de 1946 feito pelo artista Raymond Savignac.

A estrangeira (Claudia Durastanti)
Editora: Todavia
Capa: Violaine Cadinot sobre pintura de Henrietta Harris
Comentário: A retórica da pintura, com o borrão sobre o rosto, sugere bem a inadequação da personagem como estrangeira. Além disso, a capa é belíssima.

O parque das irmãs magníficas (Camila Sosa Villada)
Editora: Tusquets Editores
Capa: ilustração de Paula Cruz
Comentário: A ilustração da capa traz uma solução bastante poética e fantasiosa (e nem um pouco óbvia) do universo travesti tratado na obra.

Satíricon (Petrônio)
Editora: Editora 34
Capa: projeto gráfico de Raul Loureiro e arte de Bruce Nauman
Comentário: Muito interessante a ideia dos tubos de neon para mostrar movimento e a diversidade de personagens, dentro do universo satírico e devasso da obra.

Bolsonaro genocida (Vários autores)
Editora:
Elefante
Capa: Túlio Cerquize
Comentário: Esta capa e projeto gráfico, para mim, destacam-se pela ousadia da proposta da orelha virar um stencil: um design radical que propõe uma ação aliada ao conhecimento. Como diria Sérgio Sampaio: “um livro de poesia na gaveta não adianta nada”. Um livro sobre política também não.

--

--

--

designer & illustrator based in recife, brazil. www.hanaluzia.com ☕🍣

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Hana Luzia

Hana Luzia

designer & illustrator based in recife, brazil. www.hanaluzia.com ☕🍣

More from Medium

Of Course I Can Talk to Myself ! When I Need Expert Advice

25 Email Marketing Best Practices That Drive Results

Corruption and Collusion: How Airbnb is selling out timeshare owners.

Airbnb selling data to wyndham

What´s inside TheCUBE